A JetSuite compartilha informações por toda a empresa com o Tableau Online


Tableau: Qual é a vantagem de “disponibilizar os dados” e oferecer business intelligence de autoatendimento?
Steve Roy, diretor de TI: Não estamos preocupados com a maneira de fazer as coisas, mas sim em mostrar às pessoas o que pode torná-las mais eficientes. E isso é um grande avanço.

Keith Rabin, presidente: Meu principal objetivo é tornar cada um dos funcionários da empresa o mais eficiente possível em suas tarefas.

Com o tempo, descobrimos que centralizar todos os dados e ter apenas um grupo responsável pelas decisões simplesmente não funciona. Sem falar na lentidão... tudo fica muito demorado.

Precisamos atribuir essas decisões e esse poder aos nossos gerentes, que, no final das contas, devem ser os responsáveis por elas. Para isso, eles precisam de uma ferramenta que permita reunir esses grandes conjuntos de dados originários de diferentes sistemas e bancos de dados e conectá-los para ver os dados necessários ao processo decisório.

Steve: Tentar entregar KPIs eficientes para a organização tem sido o nosso Santo Graal há muitos anos. Esse é realmente o “ingrediente secreto” para a maioria das organizações.

E acreditamos que agora conseguimos fazer isso. As pessoas se juntam ao redor das visualizações que criamos e entendem o que está acontecendo com os negócios.

Kevin Cape, gerente de cultura corporativa (Corporate Soul): Para se conectar às pessoas, ao impacto que elas causam, é necessário poder medir isso. Você deve ser capaz de mostrar que impacto é esse.

Podemos olhar para esses painéis todos os dias, ver o que está acontecendo, pensar no que estamos fazendo nas linhas de frente e como nossas tarefas estão relacionadas a isso.

Podemos filtrar elementos e dizer: “Opa! Já vi isso, já tive essa experiência. E, com base no que vejo nos painéis, acredito que podemos melhorar dessa maneira”.

Queríamos disponibilizar os dados para nossos usuários e conseguimos fazer isso com o Tableau Online. Não preciso me preocupar com firewalls e configurações. Ele está lá na nuvem, em um local seguro onde os principais executivos da empresa podem acessá-lo a qualquer momento, até mesmo em uma aeronave da JetSuite a 40.000 pés de altura.

Tableau: O que levou você a escolher a versão hospedada do Tableau Server, o Tableau Online?
Steve: O conceito de mobilidade e disponibilização dos dados é o que importa hoje em dia. Queríamos disponibilizar os dados para nossos usuários e conseguimos fazer isso com o Tableau Online.

Não preciso me preocupar com firewalls e configurações. Ele está lá na nuvem, em um local seguro onde os principais executivos da empresa podem acessá-lo a qualquer momento, até mesmo em uma aeronave da JetSuite a 40.000 pés de altura.

Encontrar o melhor profissional, comprar os equipamentos, colocar tudo para funcionar... o tempo de entrega da solução não era compatível com o nosso cronograma.

O Tableau Online foi um achado para nós. Conseguimos fazer tudo com mais rapidez e praticamente pelo mesmo preço.

Com o Tableau Online, podemos nos concentrar na análise detalhada dos relatórios. Não precisamos manter servidores e oferecer suporte de TI para isso.

Tableau: Como analista, o que você mais gosta no Tableau?
Matt Waterman, analista de suporte da missão: O Tableau nos permite dedicar mais tempo aos nossos usuários finais e aos dados.

Logo de cara, ele me pareceu muito fácil de usar e gerou vários tipos de resultados em apenas alguns dias, o que foi incrível! Estávamos usando outras ferramentas para isso, e precisávamos de semanas ou meses só para compilar os dados. Com o Tableau, conseguimos fazer tudo isso em um quarto do tempo, se não menos. Os executivos seniores ficaram maravilhados.

Tableau: Você pode descrever a importância de ajudar as pessoas a melhor entender e se conectar aos dados por meio de visualizações?
Kevin: Dados transparentes são aqueles que mostram o que de fato está acontecendo no seu negócio. O processo se torna participativo, as pessoas sentem que o trabalho delas tem sentido, que ele está relacionado à evolução do negócio.

Nós, seres humanos, olhamos para os números e vemos apenas símbolos sem um significado abrangente. Eles não têm o mesmo impacto que uma imagem. E quando algo é visual, quando é possível ver uma lacuna em um gráfico, imediatamente você identifica algo errado e diz: “Olhe, precisamos dar um jeito nessa lacuna!” Aquelas duas linhas se encontrando logo fazem sentido para você.

Tableau: Você diria então que o Tableau se tornou indispensável para o seu negócio?
Keith: A primeira coisa que eu faço depois de acordar é acessar meus e-mails para ver três relatórios gerados pelo Tableau. Eles contêm as três métricas mais importantes para o nosso negócio. Depois de analisar esses relatórios, considero se alguma decisão precisa ser tomada. Se esse for o caso, provavelmente ligarei para o Alex, nosso CEO, e conversaremos a respeito.

Precisamos tomar decisões o tempo todo com rapidez e precisão. E é disso que você precisa em sua empresa hoje.

Você também pode gostar de...