Análise de dados médicos: melhorando os resultados


De maneira geral, o Tableau nos proporcionou melhorias na eficiência e nos processos que, em termos de valor, estimamos representar dezenas de milhões de dólares.

Buscando melhorar os resultados e a eficiência, as instituições de saúde nunca recorreram tanto aos dados. Porém, a grande diversidade e o volume dos dados gerados até mesmo em um sistema médico de médio porte podem rapidamente se tornar incontroláveis.

Para assumir o controle dos seus dados e, com isso, atender melhor aos seus pacientes, você precisa de uma solução que proporcione uma visão completa e que permita tomar decisões orientadas pelos dados com mais rapidez.

Neste vídeo, você ouvirá os seguintes especialistas:

  • Charles Boicey, arquiteto de soluções de informática, UC Irvine Medical Center
  • Mark Jackson, gerente de business intelligence, Piedmont Healthcare
  • David Delafield, diretor financeiro, Swedish Medical Group
  • Jonathan Drummey, analista de dados de gestão de qualidade, Southern Maine Medical Center
  • Tom Dewar, chefe de informações, St. George’s Healthcare NHS Trust
  • “O problema maior não é ‘como obter mais dados’”, afirma David. “Mas sim como simplificar os dados que você já tem de tal maneira que pessoas sem conhecimentos técnicos possam entender com facilidade em que ponto estão, aonde queremos que elas cheguem e, então, seguirmos todos para o mesmo caminho.”

    Mark concorda e afirma: “Sim, essa é a essência de nosso negócio. Queremos atender aos nossos pacientes. Queremos curá-los e ajudá-los a melhorar. Acredito que qualquer coisa que possamos fazer para aproveitar essa imensa quantidade de informações que temos influenciará de forma significativa nossa missão fundamental, que é atender a esses pacientes.”

    Tom resume: “Eu recomendaria o Tableau para os profissionais da área da saúde, pois ele nos permite entender nossas informações e fundamentar decisões com rapidez e eficácia. Consequentemente, podemos dedicar mais tempo para falar sobre o que realmente importa.”


    Saiba mais
    sobre o Tableau para a análise de dados médicos.

    Você também pode gostar de...