Barclays inova com informações de clientes usando o Teradata e o Tableau


Tableau: Qual tem sido o principal benefício de trabalhar com o Tableau na Barclays?
Peter Gilks, analista de informações sênior: O Tableau Server permite que nossos usuários corporativos se envolvam no processo e tenham acesso aos nossos dados em larga escala. Nossos profissionais estão muito empolgados com o que os dados podem fazer por eles. Quando conseguimos mostrar a eles um painel forte e visualmente cativante, isso os incentiva ainda mais a usar os dados para tomar decisões melhores.

Tableau: Peter, qual é a sua função como analista de informações sênior?
Peter: Eu analiso os dados de nossos clientes para tentar descobrir quem eles são, que tipo de produtos eles usam e suas demografias. Então, busco formas de melhorar nossa estratégia, nosso desenvolvimento de produtos e marketing para permitir que nossos colegas entendam melhor quem são nossos clientes.

Tableau: Então, o Tableau ajuda você a conhecer melhor seus clientes?
Peter: Quando comecei a usar o Tableau, há três anos atrás, eu sabia que tínhamos muitos dados e que nossas outras ferramentas não nos permitiam aproveitá-los ao máximo. Eu sabia que, se usássemos o Tableau, poderíamos visualizar tudo mais rápido, como os dados demográficos, comportamentais e de satisfação do cliente.

Tableau: Que tipo de informações você obteve com o Tableau? Elas causaram algum impacto?
Peter: Um dos painéis que fizemos recentemente inclui os dados dos motivos das reclamações das pessoas e quem são essas pessoas. As informações obtidas com essas visualizações nos ajudam a melhorar nosso serviço de atendimento ao cliente. Poder ver isso diariamente nos permite analisar o motivo dessas reclamações.

Tableau: Como executivos e gerentes usam o Tableau?
Peter: Com o Tableau Server, utilizamos os painéis para compartilhar dados e informações com nossos executivos seniores e gerentes, para que eles tenham acesso aos mesmos dados. Quando detectam tendências importantes, eles já podem se planejar para elas. É muito importante que nossas equipes possam descobrir algo e mostrar essa descoberta para outras pessoas. Eles nunca estiveram tão empolgados com os dados como agora.

O feedback dos usuários tem sido muito positivo. Eles realmente gostam de usar os painéis e saber que estão envolvidos no processo. Também gostam de poder interagir com os dados e adoram a eficácia das exibições do Tableau.

Tableau: Estamos falando de dados de que tamanho?
Peter: Nossas listas de dados costumam ter aproximadamente 20 milhões de linhas de dados para 20 milhões de clientes no Reino Unido. A análise geralmente exigia muita programação de SQL, e os dados precisavam ser inseridos em uma planilha do Excel para podermos gerar gráficos. Precisávamos refletir muito sobre quais medidas programar. Só depois que os gráficos eram criados, e então era preciso passar por um longo processo iterativo. Agora, com o Tableau, é muito rápido! Obtemos as respostas com muito mais rapidez do que antes.

Posso responder a perguntas em uma reunião quase imediatamente. Antes do Tableau, precisávamos de um dia ou dois para responder a uma pergunta. Agora posso sentar em frente ao meu laptop em uma reunião e responder a perguntas com base em 20 milhões de linhas de dados imediatamente.

Tableau: Com que rapidez você consegue obter informações com o Tableau?
Peter: Posso responder a perguntas em uma reunião quase imediatamente. Antes do Tableau, precisávamos de um dia ou dois para responder a uma pergunta. Agora, posso abrir meu laptop em uma reunião e responder às perguntas com base em 20 milhões de linhas de dados, praticamente na hora, e mostrar a tela do meu laptop para que todos vejam as respostas. É tão rápido que você não consegue persistir em um erro. Se você tentar algo e não der certo, terá perdido apenas cinco segundos e pode começar de novo imediatamente.

Tableau: Parece que o Tableau está mudando a forma como as pessoas trabalham na Barclays!
Peter: O principal impacto do Tableau é na forma como as pessoas estão pensando. O Tableau está realmente começando a aumentar a inovação. As pessoas se sentiam limitadas por algumas das ferramentas que usávamos antes, e o Tableau está permitindo que elas pensem de uma nova forma.

Tableau: O Tableau mudou sua vida?
Peter: Ele simplifica bastante nossa rotina de trabalho e a deixa mais divertida. Tarefas que levavam dias, agora levam minutos. Por um lado, ele facilitou muito a minha vida. Por outro, agora tenho muito mais trabalho, mas de uma forma positiva, porque as pessoas me perguntam mais coisas.
Eu e minha equipe ficamos muito entusiasmados quando vimos o que o Tableau nos permite fazer e alcançar. Ele ampliou nossos horizontes. Nunca pensamos que fosse possível chegar tão longe.

Tableau: Você acha que as pessoas GOSTAM de usar o Tableau?
Peter: O Tableau é divertido, eficaz e agrega muito valor. Ele é uma ferramenta que as pessoas se sentem entusiasmadas em usar. Por isso, ao contrário das ferramentas difíceis e trabalhosas, o Tableau criou uma forma empolgante de encontrar respostas. Todos querem usá-lo.

Tableau: Quais são os futuros projetos para o Tableau e a Barclays?
Peter: Há muita demanda latente que ainda não foi atendida. Nossa meta é suprir essa demanda com o Tableau. Acabamos de adquirir o Tableau Server e vamos começar a implantá-lo. Já estamos recebendo solicitações do que as pessoas gostariam de ter nele. Queremos criar grupos de usuários, atrair mais usuários corporativos e criar uma comunidade de análise através do Tableau. Faremos isso por etapas.

Você também pode gostar de...