A Universidade Estadual de Boise usa o Tableau em aulas de consultoria para produzir apresentações e análises rápidas



Os alunos do curso de consultoria receberam a tarefa de analisar os dados das operações de uma empresa orientada por dados. Eles usaram o Tableau para terem as ferramentas necessárias para o sucesso.

Na reunião de verificação final com o cliente para o encerramento do projeto, havia cerca de 18 pessoas, incluindo três vice-presidentes. Isso foi muito importante para os alunos. O objetivo era enviar o painel do Tableau criado pelos alunos para o setor de operações e mostrá-lo aos diretores após alguns ajustes.

O programa de gerenciamento de tecnologia da informação da Universidade Estadual de Boise oferece experiências relevantes que os alunos podem usar no mercado de trabalho depois que se formarem. Cursos inovadores, como o ITM490, um curso de consultoria de alto nível ministrado pelo professor Rob Anson, são essenciais para preparar os estudantes para suas futuras carreiras.

Trabalhando em pequenos grupos, os alunos do curso fornecem serviços de consultoria para quatro organizações na grande Boise, usando a metodologia de gerenciamento de projetos Scrum. Um desses grupos de consultoria começou a trabalhar com uma distribuidora de nível nacional, que tinha um amplo repositório de dados operacionais e de cadeia de fornecimento.

Anson solicitou licenças para seus alunos à equipe do programa Tableau para o ensino. Logo em seguida, os alunos começaram a trabalhar com o Tableau para interpretar os dados e criar um conjunto de KPIs e painéis de desempenho sobre o desempenho das centrais de distribuição regionais. Os alunos começaram entrevistando funcionários dos setores de operações e TI para ter uma ideia dos dados com que iriam trabalhar e dos tipos de métricas que seus clientes queriam ver.

Ao começar a explorar os dados fornecidos pelo cliente, a equipe de consultoria encontrou problemas neles.

“O conjunto de dados global tinha milhões de linhas de dados, coisas como custos de embalagens, números de pedidos, vendas, custo de envio, etc. Agregações e dados de transações não processados estavam todos misturados. Infelizmente, ao mesmo tempo que meus alunos tentavam trabalhar com os dados, o departamento de TI ainda estava desenvolvendo e reformulando o data warehouse e os data marts. Com isso, a estrutura dos dados mudava o tempo todo”, conta Anson.

A equipe teve muita dificuldade para trabalhar com as estruturas de dados em constante mudança, mas continuou com o desenvolvimento de métricas visuais para gerenciar os principais aspectos das operações.

As coisas começaram a mudar no meio do semestre, porque parte dos dados e das métricas começou a se estabilizar. A equipe conseguiu apresentar os resultados iniciais obtidos com o Tableau para seus colegas de turma encarregados de outros projetos. “Algumas das medidas que eles mostraram eram geniais! A turma toda ficou impressionada. Conseguimos ver como estava o ritmo de envio de produtos a partir de cada depósito, e como isso se relacionava com as vendas”, conta Anson. “Os outros grupos que não estavam usando o Tableau começaram a ver as implicações do que o uso do software poderia proporcionar.” A equipe achou muito fácil aprender a usar a interface intuitiva do Tableau, com seu recurso ‘arrastar e soltar’. Um dos alunos disse que conseguia “ser produtivo com o Tableau, mesmo sem nunca ter usado o software antes. Consegui criar uma exibição do Tableau muito rápido.”

Enquanto trabalhavam com os dados dos clientes, os alunos também perceberam a agilidade do Tableau. “Eles perguntavam: como prefere que esses dados sejam exibidos? Analisavam os dados de todos os ângulos possíveis e encontravam a melhor forma de representá-los. Além disso, podiam refazer rapidamente as escalas, as legendas e os rótulos. A maior parte das análises era sobre depósitos. Então eles estavam analisando todos os 15 depósitos em busca de anomalias, ou apenas um depósito específico e suas tendências. Isso mostra o quanto era fácil manipular as visualizações”, afirma Anson.

“Na reunião de verificação final com o cliente para o encerramento do projeto, havia cerca de 18 pessoas, incluindo três vice-presidentes. Isso foi muito importante para os alunos. O objetivo era enviar o painel do Tableau criado pelos alunos para o setor de operações e mostrá-lo aos diretores após alguns ajustes. Eles também tinham acabado de contratar outro analista de dados que editaria o painel para outros departamentos, como o de Marketing.”

Depois da verificação, o cliente informou a Anson quais eram os próximos planos da empresa. “Estamos no processo de realinhar o painel para conectá-lo diretamente à nossa fonte de dados interna. O painel será publicado no Tableau Server e usado pela empresa de agora em diante. Pretendemos continuar adicionando outras exibições mais detalhadas e possivelmente novas métricas ao projeto.”

Além da calorosa recepção por parte do cliente, os alunos tiveram outra notícia positiva no final do semestre: um dos membros da equipe foi chamado para trabalhar na empresa.

“Um dos membros do grupo recebeu uma oferta de emprego do cliente”, revela Anson. “Na minha opinião, eles poderiam ter contratado qualquer um dos alunos depois do trabalho que eles fizeram com o Tableau!”

Você também pode gostar de...