Produção moderna: quatro maneiras como os dados estão transformando o setor industrial


Visão geral | O que você aprenderá: 

É inegável que o setor de produção está se movendo de forma mais acelerada e enxuta à medida que os sistemas empresariais tradicionais ultrapassados são deixados de lado.

Mais do que nunca, o setor de produção precisa organizar e entender volumes enormes de dados de vários sistemas para melhorar a eficiência, os níveis de serviço e o suporte.

A capacidade de explorar o impacto e a interação entre eficiência operacional, qualidade do produto, demanda de clientes e excelência no serviço simplesmente não é possível sem Big Data e uma análise de dados que faça sentido.

Neste whitepaper, você aprenderá a:

  • Otimizar a produção, o desempenho de fábricas e os produtos com a análise de autoatendimento
  • Melhorar o planejamento de vendas e operações com os recursos de combinação de dados e previsões
  • Usar a análise em tempo real na cadeia de suprimentos
  • Visualizar e reagir ao feedback dos clientes

Também separamos as páginas iniciais do whitepaper para você ler. Baixe o PDF à direita para ler o restante.


Veja a seguir quatro maneiras como líderes do setor estão revolucionando a produção industrial com os dados:

  1. Otimizar a produção, o desempenho de fábricas e os produtos com a análise de autoatendimento
  2. Melhorar o planejamento de vendas e operações com os recursos de combinação de dados e previsões
  3. Mobilizar a cadeia de suprimentos com a análise em tempo real
  4. Ouvir, interpretar e reagir ao feedback dos clientes com mais rapidez

1. Otimizar a produção, o desempenho de fábricas e os produtos com o autoatendimento

Os funcionários de organizações do setor de produção normalmente tinham acesso às informações fornecidas pelos dados em relatórios estáticos gerados por aplicativos empresariais e ferramentas de business intelligence, todos gerenciados e usados apenas pelo departamento de TI. Esse método antigo, desenvolvido e integrado principalmente na década de 1990, é no geral complexo, rígido e demorado.

Como as melhores implementações de análise são painéis criados por usuários executados sobre a infraestrutura gerenciada pela equipe de TI, a chave do sucesso é a otimização para o autoatendimento.

A análise de autoatendimento permitirá que funcionários individuais e que organizações inteiras do setor de produção vejam e entendam os dados sobre a cadeia de demanda, as operações de produção e todo o ciclo de vida de serviços.

Com maior visibilidade do desempenho operacional, os funcionários poderão monitorar os dados em toda a organização e aplicá-los para buscar melhorias contínuas nos negócios e nos processos através dos conceitos do Six Sigma e dos princípios enxutos.

O autoatendimento também permite a implementação da estrutura DMAIC para viabilizar um ciclo de melhorias orientadas pelos dados, permitindo que os funcionários explorem e identifiquem a causa principal de defeitos em produtos ou gargalos.

Quer saber mais? Baixe o restante do whitepaper!

Continuar lendo...



Você também pode gostar de...