Os Texas Rangers conseguem ter uma “visão de 360 graus” das suas operações


Os Texas Rangers são uma equipe da Major League Baseball (MLB), a principal liga de beisebol dos EUA, com sede em Arlington, no Texas. Os jogadores suam a camisa em campo, enquanto a equipe administrativa trabalha duro nos bastidores. Aproveitamos o intervalo entre uma temporada e outra para visitar a equipe administrativa e saber mais sobre como ela usa o Tableau para transformar dados em um “home run” para os Texas Rangers.


Sarah Stone, gerente de propaganda e marketing: Meu principal objetivo é ocupar cadeiras. Quero levar as pessoas ao estádio, deixá-las felizes e incentivá-las a torcer pelo time para ajudá-lo a chegar à World Series.

Katie Morgan, diretora assistente de operações de vendas de ingressos: O processo estava muito fragmentado. Tínhamos acesso aos dados, mas não estávamos tomando boas decisões com eles, porque não tínhamos uma visão global da situação.

Mike Bullock, vice-presidente de tecnologia da informação: Nós usávamos o que poderíamos chamar de um conjunto de ferramentas bastante sem graça.

Becky Kimbro, vice-presidente de marketing: Cada departamento gerava suas próprias planilhas. Eu coletava alguns dados de vendas e criava a minha própria versão do que gostaria de ver.

Katie: Iniciamos um grupo novo e o chamamos de força tarefa de análise.

Sarah: O grande projeto que realmente nos uniu tinha como objetivo coletar todos os dados das vendas de ingressos e apresentá-los de uma forma que qualquer pessoa pudesse interagir com eles.

Becky: O Tableau realmente nos ajudou a entender como usar melhor os recursos que temos.

Mike: Não sou capaz de marcar um “home run”, ou eliminar um jogador da base, mas posso colaborar todos os dias para o sucesso da organização com o meu trabalho.

Na minha opinião, marcamos um “home run” quando adotamos o Tableau ano passado.

Você também pode gostar de...