Os mapas têm uma história milenar e continuam sendo uma ferramenta essencial em nosso dia a dia, seja para nos guiarmos durante viagens ou para analisarmos a distância entre dois lugares. Até pouco tempo, os mapas eram impressos e estáticos, o que limitava seu potencial de uso nos negócios. Com os avanços tecnológicos, o conteúdo dos mapas e os mapas em si se tornaram digitais, interativos e mais interessantes conforme são incorporados na análise de dados e na geração de relatórios. A possibilidade de ver dados de localização representados em um mapa e incluídos em visualizações está ajudando mais pessoas a entender aspectos geográficos e possibilitando novas formas úteis de contextualizar as informações.

Existe uma infinidade de mapas interativos excelentes, mas estes dez exemplos notáveis abordam diversos tópicos, abrangem vários lugares do mundo e demonstram o enorme potencial que os dados de localização têm quando são combinados ao business intelligence.


1. O movimento invisível da cidade de Nova York

Visualização criada por: Justin Fung

Manhattan é a área de maior densidade populacional dos EUA e uma das mais densas do mundo. Essa característica da cidade é atribuída aos seus dois milhões de habitantes, mas também é influenciada pelos outros dois milhões de pessoas que invadem a cidade nos dias úteis. Um mapa interativo criado pelo designer de visualizações de dados e pesquisador Justin Fung mostra a pequena “migração” que ocorre na cidade em um mesmo dia usando dados do Censo de 2010, o banco de dados de catracas da MTA (Autoridade de Transporte Metropolitano) e um estudo anterior realizado pela Universidade de Nova York. Justin criou estimativas da população de Manhattan em cada quarteirão, que se refletem na representação das distintas horas dos dias da semana no mapa. As barras, que lembram arranha-céus, revelam a população de um quarteirão específico, e os tons de vermelho-escuro indicam uma população mais densa em Midtown, no Distrito Financeiro e em outras áreas.

2. Feriados públicos

Visualização criada por: Alexander Waleczek

Se você precisa de um motivo para comemorar o dia de hoje, pode encontrá-lo neste mapa. Nesta criação que já foi a “Viz da semana” da galeria do Tableau Public, Alexander Waleczek analisou os feriados públicos ao redor do mundo e desenvolveu um mapa que mostra onde diferentes feriados acontecem em cada dia do ano. Selecione uma das barras para ver quais países comemoram esse feriado ou selecione um país no mapa para ver os feriados comemorados nele, filtrando as barras que se estendem a partir do centro.

3. Fontes de energia elétrica dos EUA

Visualização criada por: Simon Evans e Rosamund Pierce

Quando você acende uma luz, provavelmente não está pensando na fonte de energia que torna isso possível. Este colorido mapa interativo mostra cada fonte de energia elétrica dos Estados Unidos e quanta energia é gerada por ela. Cada círculo representa uma fonte de energia individual, e cada tipo é indicado por uma cor diferente. A referência de fontes de energia revela a capacidade total em todo o país. O tamanho do círculo também indica a quantidade de energia gerada pela fonte.

4. Trabalhadores dos EUA que ganham um salário mínimo ou menos

Visualização criada por: Justin Davis

Usando dados do Departamento de Estatísticas de Trabalho dos EUA, outra “Viz da semana” do Tableau Public criada por Justin Davis demonstra a porcentagem de todos os trabalhadores dos EUA que ganham um salário mínimo ou menos. Cada mapa do conjunto de múltiplos pequenos apresenta um panorama anual dos trabalhadores que ganham um salário mínimo, retrocedendo até 2002. Quando posicionamos o ponteiro do mouse sobre um estado, a porcentagem de trabalhadores nessa localidade é indicada. Ao fazer uma análise de cada ano e cada estado, podemos descobrir se há uma tendência de aumento ou de redução.

5. Avaliações dos jogadores da Copa do Mundo da FIFA 2018

Visualização criada por: Scott Teal

Nem todos os dados de localização precisam ser plotados em mapas. É cada vez mais comum ver esses tipos de informações sendo comparadas em um eixo X/Y e visualizadas em outros formatos, como mapas de variações. Esta visualização combina times e jogadores da Copa do Mundo 2018, incluindo avaliações dos jogadores da FIFA 2018. Se você é um torcedor de futebol, esta é uma forma útil de comparar a avaliação dos jogadores em cada posição com seus oponentes. Quando o objetivo é facilitar a compreensão de volumes grandes de dados estatísticos complexos, os mapas de variações podem ser muito úteis e são usados com frequência em análises esportivas.

6. Línguas do mundo

Visualização criada por: Density Design Lab

Você sabia que existem 2.678 línguas vivas no mundo? Na visualização “Depois da Babilônia” da Density Design Lab, podemos ver as línguas do mundo em uma coleção de gráficos e mapas interativos que usam o Atlas Mundial de Estruturas Linguísticas para mostrar o local de origem de cada língua, onde e por qual porcentagem da população mundial ela é falada. Além de revelar outras curiosidades, como as dez famílias de línguas mais faladas, outra visualização criada pela Density Design Lab revela que existem 14.680 empréstimos linguísticos, ou seja, palavras emprestadas entre línguas.

7. Taxa líquida de migração entre países

Visualização criada por: Max Galka

Esta visualização animada mostra a taxa líquida estimada de imigração entre países do mundo de 2010 a 2015. Posicione o ponteiro do mouse sobre os círculos para ver os totais de imigrantes. Os círculos azuis apresentam taxas de migração positivas (pessoas chegando) e os círculos vermelhos correspondem a taxas negativas (pessoas partindo). Clique nos pontos de dados para filtrar a taxa de migração/imigração de um país específico. Se você tiver interesse na análise, o autor também analisa os pontos de dados de imigração com base em notícias atuais.

8. Mapeador de estrelas

Visualização criada por: Jan Willem Tulp

Este mapa é uma fascinante visualização de dados gerados a partir do catálogo Hipparcos da Agência Espacial Europeia. O mapa mostra 59.921 estrelas, e você pode fazer uma panorâmica para explorar o céu noturno. Há cinco seções que alteram quais dados são mostrados e como a visualização é exibida de acordo com diferentes valores científicos. Você pode explorar o mapa estrelado arrastando e rolando o ponteiro do mouse na visualização. Os filtros ativam e desativam os nomes de estrelas ou constelações.

A visualização foi criada a partir de duas imagens registradas em 2007 e 2008: uma no hemisfério norte, nas Ilhas Canárias, e a outra do hemisfério sul, no Chile. Vários planetas atravessaram o céu durante o registro, incluindo Júpiter, que aparece como um ponto azul brilhante no mapa.

9. Todos os eclipses solares futuros (até 2080)

Visualização criada por: Denise Lu

Há quase dois anos, os Estados Unidos puderam testemunhar o primeiro eclipse solar visível de uma costa à outra do país em quase um século. O Washington Post criou um globo interativo e os dados também foram visualizados no Tableau, mostrando o trajeto do eclipse, juntamente aos trajetos de eclipses nos próximos 60 anos. Insira seu ano de nascimento para ver quantos eclipses ainda acontecerão durante sua vida e onde a maioria deles ocorrerá para fazer as malas e admirar alguns deles.

10. Grafites ao redor do mundo

Visualização criada por: André Oliveira

A arte é um meio de comunicação global. Este fantástico itinerário mundial dos grafites de Banksy permite que os visualizadores confiram suas obras em determinadas cidades, revelando onde elas estão situadas e mostrando uma foto com a história por trás da imagem em questão. O painel usa um mapa de base com rótulos personalizados e uma coordenação cromática entre o mapa e os dados que ajuda a dar vida à visualização.

Saiba mais sobre mapas interativos

Se algum dia você estiver criando uma visualização de dados e não souber se é boa oportunidade para usar mapas, leia este whitepaper que compartilha dicas úteis sobre como aumentar o valor analítico e estético de painéis usando mapas. Além disso, questione-se: será que eu poderia responder à minha pergunta com mais rapidez e facilidade com outro tipo de visualização de dados? Se a resposta for sim, talvez uma visualização de mapa não seja a melhor opção. Se a resposta for não, lembre-se do seguinte: os mapas agregam valor trazendo os dados para o contexto da vida real.