Antes um campo pouco conhecido, a visualização de dados agora está em todas as partes e invadiu as áreas de business intelligence e jornalismo de dados. Os infográficos que você não para de ver por aí? É a visualização de dados em ação. Além disso, existem diversas maneiras de apresentar as informações de forma eficaz e cativante, bem como uma série de blogs que criam e analisam visualizações todos os dias. Acesse esses sites para encontrar inspiração, informações relevantes ou simplesmente curiosidades divertidas!

Se você deseja aprender mais sobre a visualização de dados em geral, leia nosso guia detalhado sobre a visualização de dados ou confira alguns de nossos exemplos favoritos.

1. Storytelling with Data

Administrado por: Cole Nussbaumer Knaflic
Link do site: StorytellingWithData.com

Uma das principais finalidades da visualização de dados é ajudar a criar uma narrativa envolvente. Mais conhecida por seu livro homônimo, Storytelling With Data (Como contar histórias com os dados), Cole Nussbaumer Knaflic adota uma abordagem de visualização de dados aprofundada e centrada na arte de contar histórias. Ela diverte os visitantes regulares do site com desafios mensais de visualização e publica análises críticas e tutoriais para ajudar sua comunidade de leitores a dominar a visualização de dados.

Use a hashtag #SWDchallenge no Twitter para conhecer todos os participantes do último desafio e confira a seleção de Knaflic dos gráficos enviados no fim de cada desafio.

2. Information is Beautiful

Administrado por: David McCandless
Link do site: InformationIsBeautiful.net

Em vez de considerar os dados apenas do ponto de vista da funcionalidade, David McCandless usa seu blog Information is Beautiful para apresentar projetos personalizados com uma paleta de design clara e minimalista. Para McCandless, acontecimentos da atualidade e curiosidades intrigantes são oportunidades para criar projetos criativos de visualização de dados.

Temas populares e um design simples e claro fazem de visualizações como o gráfico de dados sobre raças de cães um dos maiores sucessos do blog de McCandless. Ele apresenta um ótimo exemplo da relação simbiótica entre dados e design: cores, formas e tamanhos transmitem uma série de informações sem ocupar muito espaço ou sobrecarregar o leitor.

3. Flowing Data

Administrado por: Nathan Yau
Link do site: FlowingData.com

O blog Flowing Data explora nossa compreensão dos dados e como eles influenciam o nosso dia a dia. Seu fundador, o estatístico Nathan Yau, converte a visualização de dados em algo linguístico: uma conversa constante entre tema e criador.

Descritos como “resultados de uma mente inquieta durante a madrugada”, os projetos mais interessantes de Yau transformam informações banais e até mesmo aleatórias em visualizações brilhantes. Já pensou como sua carreira profissional pode influenciar a escolha do seu par romântico? Não? Então confira esta demonstração de uma previsão da compatibilidade afetiva com base em dados ocupacionais. Para economistas ou amantes de fast-food, um mapa mostra como a rede de restaurantes Subway está dominando cada vez mais o mercado de sanduíches dos EUA. Se sanduíches personalizados não forem a sua praia, o blog Flowing Data também oferece um cardápio variado de visualizações para quem adora pizza, hambúrguer e café. A missão do Flowing Data é estimular a curiosidade e evitar a mesmice.

4. Visualising Data

Administrado por: Andy Kirk
Link do site: VisualisingData.com

O fundador e diretor administrativo Andy Kirk criou o blog Visualising Data como uma enciclopédia para o mundo da visualização de dados, repleta de recursos, exemplos, fóruns de discussão, além de uma simpática comunidade de profissionais do setor. Como esperado, a visualização de dados faz parte do design do site, e a página inicial traz um painel de bolhas divertido que destaca artigos populares.

Além de conteúdo original interessante, as séries de publicações do Visualising Data também chamam a atenção:

  1. O melhor da visualização de dados: publicações mensais que apresentam as melhores visualizações de dados e uma resenha semestral das novidades mais importantes no campo da visualização de dados.
  2. Artigos: publicados duas vezes por mês, os artigos tratam do design de visualizações e geralmente incluem entrevistas com profissionais da visualização de dados.
  3. Pequenos detalhes do design de visualizações: estes artigos abordam pequenas escolhas de design que têm um grande impacto na visualização.

5. Junk Charts

Administrado por: Kaiser Fung
Link do site: JunkCharts.typepad.com

O site Junk Charts destrincha os problemas de diversas visualizações de dados, além de apresentar críticas construtivas detalhadas e técnicas passo a passo. Abordando problemas como fontes de dados incompletas, paletas de cores inadequadas e uso impróprio de tipos de gráficos, o autor Kaiser Fung analisa visualizações que não funcionam e, o que é mais importante, explica como melhorá-las.

No final de cada crítica, Fung apresenta uma alternativa superior aos gráfico de dados problemáticos, incorporando suas próprias sugestões para que os leitores vejam o resultado das práticas recomendadas. Embora várias publicações apareçam no site todas as semanas, o Dia do Pi (14 de março) recebe atenção especial todos os anos, quando Fung e um colega escolhem um gráfico para “sacrificar” em prol da campanha #onelesspie (uma pizza a menos) contra a proliferação de gráficos de pizza.

6. The Pudding

Administrado por: Matt Daniels
Link do site: Pudding.cool

O site The Pudding cria dissertações visuais criativas e interativas. Combinando jornalismo de dados, visualização e engenharia da Web, o The Pudding adota uma abordagem experimental e altamente personalizada para visualizar discussões culturais. É um ótimo site para ver como os limites da visualização de dados on-line estão sendo transpassados e explorados de formas lúdicas.

Os jornalistas/engenheiros do The Pudding também documentam seus próprios métodos e ferramentas em uma série cada vez mais extensa de tutoriais para que todos possam aprender. As publicações são acessíveis, divertidas e não têm medo de abordar temas importantes.

7. The Atlas

Administrado por: Quartz Media
Link do site: TheAtlas.com

Mais um repositório do que um blog, o The Atlas reúne todos os gráficos e diagramas interessantes da Quartz, com um estilo notavelmente simples, fácil de pesquisar e adaptável a dispositivos móveis. No site, você não encontrará visualizações de dados complexas, mas apenas visualizações enxutas e claras que investigam um ponto de interesse específico. Se um painel grande e complexo fosse um livro, uma visualização do site The Atlas seria um parágrafo escrito com palavras cuidadosamente selecionadas. Essas visualizações são criadas para ilustrar os artigos on-line da Quartz e são fáceis de incorporar em qualquer site.

Um recurso interessante do The Atlas é a possibilidade de baixar os dados da maioria das visualizações e de consultar estatísticas de incorporação que mostram onde cada visualização foi incorporada e usada na Internet.

8. Graphic Detail

Administrado por: The Economist
Link do site: Graphic Detail

Que tal ver o mundo do ponto de vista da publicação The Economist? Graphic Detail é o premiado blog de visualização de dados da revista. Todos os dias da semana, você encontra um novo gráfico, mapa ou infográfico que explora os fatores que influenciam os acontecimentos mundiais em nível micro e macro. Cada visualização inclui uma breve análise escrita com detalhes sobre a fonte de dados utilizada

Se você tem interesse em política e economia ou simplesmente busca inspiração ou mais assuntos de conversa para o happy hour, visite o blog Graphic Detail diariamente.

9. Censo dos EUA e FEMA

Administrado por: Gabinete do Censo e Departamento de Segurança Nacional dos EUA
Link do site: Census.org, FEMA.gov

Sites governamentais talvez não sejam o lugar mais óbvio para encontrar visualizações e não são exatamente blogs. Além disso, “burocracia federal” e “visualização de dados prática e moderna” estão longe de ser sinônimos. Ainda assim, o Gabinete do Censo dos EUA e a FEMA (Agência Federal de Gestão de Emergências dos EUA) gostam tanto da visualização de dados que os sites .gov dessas entidades trazem amplas subseções sobre o tema com atualizações regulares.

O site do Censo é particularmente útil. Atualizada semanalmente, a galeria de visualizações de dados do departamento oferece um acervo extraordinário de informações demográficas. Mas você não precisa se contentar apenas com dados históricos sobre tendências e totais populacionais: o site planeja expandir seu conteúdo para incluir dados sobre hábitos de residências e famílias, migração/mobilidade geográfica e indicadores econômicos. Se você tiver interesse em se aprofundar no assunto, pode conferir a fonte de dados do Censo, visualizar informações sobre a pesquisa do Censo e explorar uma API. Da mesma forma, a seção dedicada da FEMA está repleta de gráficos interativos e abrangentes que apresentam dados como declarações de emergência, casos de incêndio, auxílio-moradia para vítimas de desastres, históricos de enchentes e muito mais.

10. Blog do Tableau

Administrado por: Tableau
Link do site: tableau.com/pt-br/blog

Você não achava que iríamos deixar de recomendar nosso próprio blog, achava?. Além de divulgar nossas ofertas de produtos atualizadas regularmente e a cultura da nossa empresa, o blog do Tableau também traz uma série de exemplos, fontes de inspiração, dicas e truques, destaques da comunidade e histórias sobre o impacto social dos dados. Não deixe de conferir a coluna semanal “O melhor do Tableau na Web” para conferir visualizações, dicas e histórias especificamente sobre o Tableau.

Menção honrosa: FiveThirtyEight

Apesar de não ser um blog e não publicar exclusivamente visualizações de dados, o site FiveThirtyEight da ESPN merece ser incluído nesta lista. O FiveThirtyEight é um canal de jornalismo de dados que cria visualizações e modelos visuais interativos e publica regularmente documentações detalhadas sobre conjuntos de dados no GitHub. Suas visualizações políticas interativas são particularmente interessantes, abordando temas como a modelagem de dados nas eleições de 2016 dos EUA e avaliações agregadas da aprovação presidencial.

Menção honrosa: Viz.WTF e r/DataIsUgly

Da mesma forma que existem visualizações de dados boas e excelentes, também existem visualizações ruins e péssimas. O site Viz.WTF e a comunidade do Reddit r/DataIsUgly reúnem para a sua diversão as visualizações de dados mais exageradas, equivocadas e que fogem das práticas recomendadas de toda a Internet. De gráficos de barras desproporcionais a gráficos de pizza que não totalizam 100%, essas seleções não fariam feio em um concurso de piores visualizações e são uma forma divertida de se distrair enquanto você espera sua extração de dados terminar. Ao contrário do blog Junk Charts (mencionado anteriormente), o objetivo principal desses dois sites é fazer humor, e não oferecer críticas construtivas.

Você também pode ter interesse em...