Quatro indícios de metadados problemáticos


Visão geral | O que você aprenderá: 

Os metadados nunca foram tão importantes. Novas tecnologias permitiram que profissionais de outras áreas trabalhassem com dados. A consumerização de TI tem como base sistemas intuitivos e que não exigem muito treinamento. Com tantas pessoas usando dados para tomar decisões de todos os tipos, é essencial que seus dados sejam descritos, definidos e entendidos.

No entanto, muitos sistemas ainda utilizam uma abordagem lenta e rígida com os metadados. Essa abordagem diminui a flexibilidade de soluções de business intelligence, além de reduzir as vantagens da implantação de uma ferramenta de análise de autoatendimento. Ao mudar sua forma de pensar sobre os metadados, você permite que sua empresa compreenda seus dados com mais rapidez e facilidade.

Leia este artigo e encontre as respostas para os quatro indícios de metadados problemáticos:

1. Predefinir os metadados é uma tarefa demorada e torna a implantação lenta.

Em sistemas de business intelligence tradicionais, as organizações devem primeiro modelar toda a empresa. Esse processo é lento e complexo, e pode atrasar em semanas ou meses a implantação em uma empresa. Os custos iniciais são altos, e os benefícios do uso das análises são adiados.

É melhor buscar uma solução que permita realizar análises imediatamente. Dessa forma, é possível fazer análises úteis com mais rapidez e criar modelos para os metadados, adaptando-os, à medida que você identifica como as pessoas usam os dados. Essa abordagem mais ágil geralmente resulta em um modelo de metadados mais robusto e realista.

Uma ótima forma de começar é aproveitar os metadados de sistemas existentes, sempre que estiverem disponíveis. Por que gastar tempo definindo todos os campos de dados como datas em uma solução de análises, se eles já estão definidos no banco de dados?

2. Os metadados não têm a flexibilidade de que você precisa.

Os modelos de metadados tradicionais são difíceis e caros de mudar. Por isso, não mudam com frequência. Isso explica a sua lentidão para representar os dados da empresa de forma precisa. O departamento de TI pode ser responsável por manter os metadados atualizados, mas pode não ter as informações necessárias para responder à mudança.

Em um mundo com tendências e oportunidades que mudam rapidamente, essa é uma desvantagem competitiva muito grande para uma empresa.

Novos cálculos e definições são necessários com alguma regularidade. Os Power Users que fazem e respondem a perguntas com dados geralmente são a melhor fonte de novos metadados. Eles podem criar a hierarquia Categoria → Produto, ou agrupar áreas em uma região. Uma solução de análise flexível permitirá que o departamento de TI possa avaliar e, em seguida, promover novos objetos de metadados para a produção, permitindo que sejam compartilhados por todos os usuários.

Se seus metadados não oferecem flexibilidade, a sua capacidade de entender melhor os seus negócios é prejudicada.

Quer ver mais? Baixe o whitepaper!

Você também pode gostar de...