Quadrante Mágico de 2015 para Plataformas de Análise e Business Intelligence


Visão geral | O que você aprenderá: 

Pela terceira vez, a Tableau é líder no relatório do Quadrante Mágico para Plataformas de Análise e Business Intelligence.

O relatório anual da Gartner sobre o mercado de business intelligence e análise tem um significado especial, pois ele reflete as inovações e as mudanças que conduzem esse mercado. Um elemento importante desse relatório é o Quadrante Mágico, que mostra a posição relativa de cada concorrente no mercado de análises comerciais. A Tableau está muito orgulhosa de ser classificada como líder no Quadrante Mágico pelo terceiro ano seguido. Este ano, a Gartner colocou a Tableau na posição mais alta no quesito capacidade de execução.

Leia o relatório para conhecer os rumos do setor de análise e business intelligence em 2015, obter uma análise detalhada dos fornecedores desse setor e ter acesso à avaliação da Gartner sobre as principais tendências do mercado.**

*“Quadrante Mágico para Plataformas de Análise e Business Intelligence” da Gartner por Gartner, 2015. Este gráfico foi publicado pela Gartner, Inc. como parte de um documento de pesquisa maior e deve ser avaliado no contexto do documento inteiro. O documento da Gartner pode ser obtido mediante solicitação na Tableau Software. A Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço representado em suas publicações de pesquisa, e não aconselha usuários de tecnologia a selecionar somente esses fornecedores com as classificações mais altas. As publicações de pesquisa da Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa da Gartner e não devem ser consideradas verdades incontestáveis. A Gartner isenta-se de todas as garantias, expressas ou implícitas, com relação a essa pesquisa, incluindo as garantias de comerciabilidade ou adequação para um propósito específico.

**“Quadrante Mágico para Plataformas de Análise e Business Intelligence” da Gartner, por Rita L. Sallam, João Tapadinhas, Josh Parenteau, Daniel Yuen e Bill Hostmann, 20 de fevereiro de 2015.

Continuar lendo...

Você também pode gostar de...