E, de repente, você se viu trabalhando de casa! Seja por exigência da empresa - afinal, no Brasil e no mundo o trabalho remoto tem sido adotado como uma forma eficaz de manter as companhias ativas - ou por uma oportunidade que acabou de surgir, o fato é: essa é sua nova realidade e você terá que se adaptar.

Bem-vindo ao mundo mirabolante do trabalho remoto. Flexível? Opa! Mas também desafiador. Um malabarismo constante entre o dia a dia dentro de casa e um fluxo de trabalho que não pode parar.

Para tornar este período mais leve e os seus dias mais produtivos, criamos uma lista com cinco dicas para trabalhar de casa.

1. Crie uma rotina de trabalho

A primeira dica para quem acabou de embarcar no universo do trabalho remoto é criar uma rotina. Acredite, ter um horário bem definido vai te ajudar a deixar a procrastinação de lado, executar seu trabalho e evitar o acúmulo de tarefas.

Não, não estou falando de nada que você precise seguir na ponta do lápis, afinal um dos grandes benefícios de trabalhar de casa é a flexibilidade, mas vale ter um ponto de partida estabelecido.

Use a flexibilidade a seu favor!

Quem tem uma agenda de reuniões intensa, tem menos flexibilidade de brincar com os horários e criar uma rotina alternativa, mas caso você não tenha um horário de trabalho super restrito a dica é usar a flexibilidade a seu favor.

Com um pouco de auto-observação você vai aprender os momentos em que é mais produtivo e trabalhar da melhor forma possível nestes horários. Talvez você seja da turma que gosta de acordar mais tarde, talvez você aprecie uma soneca depois do almoço ou, quem sabe até, umas horas extras na madrugada. Adapte o seu horário e faça funcionar para você, mas seja consistente.

De volta ao papo da rotina, vale estabelecer um mini ritual diário: seja um café da manhã reforçado (e de preferência longe do telefone e do computador), um pouco de exercício ou quem sabe uma combinação dos dois.

Outras ideias de ritual que funcionam bem são:

  • Vista roupas para trabalhar: passar um ou dois dias de pijama é gostoso, mas viver de pijama vai fazer um mal danado para a sua auto-estima;
  • Abra as janelas: luz de verdade e ar fresco sempre fazem bem;
  • Informe-se: alguns minutinhos de leitura diária, ou quem sabe um podcast bacana, vão trazer novos substratos para o seu dia e até mesmo te inspirar em novos projetos;
  • Beba bastante água: faz toda a diferença para a sua saúde e bem-estar.

2. Defina seu espaço de trabalho

Trabalhar algumas horas sentado no seu cantinho preferido do sofá é um privilégio delicioso, mas fazer isso por algumas semanas seguidas pode, por exemplo, afetar sua coluna. Melhor não arriscar!

Definir um espaço de trabalho é essencial para o sucesso deste novo período. Seja um cômodo (mundo ideal), um cantinho ou até mesmo uma mesa que cumpra dupla função. Para passar pelo menos um terço do seu dia sentado e produzindo, você precisa estar bem acomodado.

Priorize seu conforto
Veja se sua empresa tem algum benefício para trabalho de casa. Muitas reembolsam monitores de trabalho (e trabalhar com uma tela grande faz toda a diferença na hora de produzir) e outros acessórios que possam melhorar sua qualidade de vida, como por exemplo um fone de ouvido legal ou um bom mouse. Você não sabe a diferença que eles fazem no seu dia a dia até investir em um deles.

E, antes que eu me esqueça, luz é fundamental. Se seu local de trabalho for muito escuro vale adicionar uma boa luminária.

Divisão do espaço e regras
Organize seus itens de trabalho e, se estiver dividindo esse espaço com mais gente (marido, colegas de casa ou com as crianças), estabeleça regras e horários. Se for preciso, invista em um esquema de revezamento.

Na realidade atual, com crianças fora da escola e um casal trabalhando de casa, revezar horários pode ser uma boa estratégia para fazer acontecer. Um pode começar mais cedo, por exemplo.

Seja como for, você precisa conseguir fazer aquela reunião importante ou o call semanal de vendas sem intervenções que não façam parte da sua rotina de trabalho.

3. Planeje suas tarefas

Se no dia a dia de um escritório você nunca teve que se preocupar com organização e priorização de tarefas, toda a liberdade do trabalho remoto vem acompanhada com doses generosas de responsabilidade e entregas que não podem falhar.

Tenha um check-list
Seja ele um check list virtual ou um caderno físico onde você anota. O importante é manter controle para não deixar a rotina de atropelar.

E, claro, um bom check list combina com um planejamento diário, semanal e mensal. A ideia aqui é executar as tarefas do dia a dia sem perder de vista oportunidades distantes ou projetos extra (e que vão te trazer aquela visibilidade legal) quando sobrar um tempinho.

Já que estamos falando de otimização de tempo, vale terceirizar processos com ferramentas inteligentes que te ajudam a executar tarefas com maestria. Algumas dicas bacanas são:

  • Rescue Time : te ajuda a identificar como você usa o seu tempo e o número de horas que você perde respondendo e-mails ou navegando nas mídias sociais;
  • Evernote: para organizar sua vida e seus materiais de trabalho. Uma espécie de cérebro externo que funciona de verdade;
  • Trello: uma ferramenta espetacular para gerir times e tarefas. O Trello é útil para quem trabalha de forma remota, ele ajuda na organização de tarefas e evita dezenas de emails desnecessários;

Faça pausas
Planeje sua agenda de forma a incluir um descanso. Um cafézinho, uma caminhada (quem trabalha de casa tende a caminhar pouco, fique de olho nisso) ou simplesmente cinco minutinhos para checar suas redes sociais deitado no seu sofá (sim, aqui ele é bem-vindo).

O importante é criar uma rotina produtiva sem abrir mão de bem-estar - e a pausa faz toda a diferença.

Cuidado com a intervenção do trabalho doméstico
Pessoas trabalhando em casa tendem a almoçar em casa e, de uma forma ou de outra, as tarefas domésticas ficam mais visíveis.

Equilíbrio entre a rotina doméstica e o seu trabalho são essenciais para o sucesso dessa sua nova etapa. Talvez você demore alguns dias para chegar ao ponto certo, mas você chega lá.

Distribua as tarefas, seja flexível e crie suas regras. Pode ser que a pia cheia de louças tenha que esperar até o final do seu expediente para serem lavadas - e tudo bem.

4. Use ferramentas que favoreçam o trabalho remoto (e mantenha-se atualizado)

Para fazer o trabalho remoto acontecer de verdade é importante escolher plataformas que o favoreçam. Aqui, claro, estamos falando do Tableau.

O Tableau permite automatizar a distribuição de dados e criar painéis que se atualizam em tempo real e que podem ser visualizados em qualquer dispositivo: computador, tablet ou smartphone.

O Tableau também permite que empresas globais simulem cenários de risco que estão acontecendo em outros cantos do mundo, a realidade brasileira, tornando as previsões muito mais assertivas.

Ele favorece a integração das diferentes áreas de uma empresa que conseguem trabalhar juntas mesmo em pontas diferentes do planeta - algo imprescindível para o sucesso do trabalho remoto.

Sempre atualizado
E, já que o assunto é sucesso, vamos falar do seu desenvolvimento pessoal e profissional?

Um dos grandes desafios do trabalho remoto é manter-se atualizado com as tendências do mercado e com as inovações, algo essencial para o avanço da sua carreira. Lembram daquele tempo extra na agenda de tarefas? Adicione pelo menos uma horinha por semana para aprender algo novo ou se atualizar.

Abaixo, você confere algumas sugestões de ferramentas de aprendizado que vão fazer toda a diferença na sua performance analítica:

  • Vídeos de treinamento gratuito : um material incrível para aprender novas técnicas e quem sabe até inspirar projetos;
  • Webinars sob demanda: Dezenas de temas e inspirações práticas para o seu BI decolar: há webinars sobre BI, análises de negócio, finanças e muito mais. Vale a pena procurar.
  • Tableau Public : Uma comunidade de usuários de todos os cantos do planeta, aqui você encontrará painéis incríveis, análises divertidas que vão de música a temas de BI e usuários prontos para trocar conhecimento. Vale aproveitar.

E se você ainda não tem o Tableau, que tal aproveitar para testar a ferramenta gratuitamente?

5. Keep it social, keep it fun

Remoto não quer dizer isolado e muito menos sozinho. Trocar um escritório movimentado cheio de pessoas criativas por um espaço vazio é um grande desafio, especialmente para os mais extrovertidos. Para driblar a “solidão” virtual a dica é criar comunidades de interesses comuns dentro da empresa, incentivar o uso da webcam nas reuniões e quem sabe até organizar eventos virtuais.

Usemos a tecnologia a nosso favor para incorporar um toque humano ao dia a dia e trazer um pouco da energia positiva do trabalho em equipe. Abaixo, algumas dicas:

Ligue a webcam
Minha primeira dica é ligar a câmera e abrir um sorrisão. Mostrar a cara é trazer sua equipe para perto, aproximar distâncias e mostrar que estamos todos juntos nessa.

E, sim, ligar a webcam vai te forçar a trocar o pijama por roupa de trabalhar. Vai te fazer bem!

Promova webinários/ treinamentos
Se você gerencia uma equipe, que tal diminuir as distâncias promovendo um bate-papo rápido semanal ou quem sabe um treinamento envolvendo outras áreas?

Empresas com uma comunidade analítica engajada podem (e devem) usar este momento para trazer novos temas, propor desafios, pensar no coletivo e, claro, nutrir uma comunidade cheia de potencial.

Quanto mais gente trabalhando junto em projetos definidos por afinidades, menores as distâncias e melhores os resultados.

Happy Hour virtual
Para fechar, por que não convidar sua equipe para um happy hour virtual? Divertidos, diferentes e um pouco caóticos, eles funcionam, viu? Cumprem seu objetivo e trazem leveza para o ambiente profissional.

E aí, gostou das nossas cinco dicas para trabalhar remotamente?

Assine nosso blog