Cinco práticas recomendadas para permitir o acompanhamento da saúde da população


Visão geral | O que você aprenderá: 

A reforma do sistema de saúde norte-americano está impulsionando uma transição dos modelos de pagamento por tratamentos individuais para paradigmas voltados ao custo/benefício em que se paga pela qualidade do atendimento. Para que as instituições de saúde façam essa transição com sucesso, existe a necessidade urgente de análises acionáveis de cada paciente individual e da população em geral.

Médicos, prestadores de assistência médica e operadoras de planos de saúde precisam extrair informações mais relevantes dos dados para alcançar melhorias nos resultados clínicos, financeiros e operacionais que vão além de meros avanços graduais.

Se a sua organização deseja adotar um modelo de atendimento voltado ao custo/benefício e integrar o acompanhamento da saúde da população aos processos, à cultura de trabalho e aos sistemas de tecnologia, é preciso começar pelos dados.

Neste whitepaper, você aprenderá a:

  • Capacitar os profissionais da saúde a fazer e responder suas próprias perguntas com os dados
  • Avaliar a saúde da população com dados segmentados
  • Usar visualizações de dados para coordenar o atendimento em todos os estágios
  • Monitorar e entender os riscos para cada pessoa e para a população em geral
  • Gerenciar os relacionamentos com os pacientes de forma proativa

Continuar lendo...

Você também pode gostar de...