O que é a Ciência corporativa do Tableau?

Uma das coisas em que nos concentramos na Tableau é como fazer com que mais pessoas usem dados na rotina diária dos negócios. O potencial humano e seus resultados incríveis aparecem quando as pessoas pensam com seus dados em mente, quando a análise está mais relacionada a fazer e responder perguntas do que aprender softwares ou habilidades complexas. No entanto, existem muitas barreiras entre as pessoas que dependem dos dados e a análise sofisticada necessária para tomar as melhores decisões com eles.

Queremos reduzir essas barreiras apresentando um novo tipo de análise: a Ciência corporativa do Tableau. A Ciência corporativa coloca os recursos avançados da ciência de dados à disposição dos profissionais corporativos.

O uso de IA, ML e outros métodos estatísticos para resolver problemas comerciais tem sido, em grande parte, de uso exclusivo dos cientistas de dados. Muitas organizações têm pequenas equipes de ciência de dados focadas em problemas específicos e essenciais, além de altamente escalonáveis. Mas existem diversas decisões comerciais que dependem da experiência e do conhecimento que estão além dos dados e que se beneficiariam muito da aplicação de técnicas de análise mais avançadas.

É onde vemos uma oportunidade de democratizar os recursos de ciência de dados, mitigando as contrapartidas entre precisão e controle extremos em relação ao tempo de visualização, além da habilidade de agir com base nessas informações enquanto elas ainda são relevantes. Na Tableau, a análise sempre permitiu que as pessoas fizessem mais uma pergunta, explorassem mais uma hipótese e testassem mais uma ideia. Agora, estamos indo além e ajudamos mais pessoas a otimizar seu discernimento com uma IA prática e ética que traz previsões para seus problemas comerciais de hoje. 

Ao fornecer uma IA explicável e ferramentas de análise preditiva para analistas e usuários corporativos, a Ciência corporativa ajuda as pessoas a tomar decisões com mais rapidez e confiança, enquanto expande seus casos de uso de análise e aprofunda a compreensão dos seus dados.

O que é a Ciência corporativa do Tableau?

A Ciência corporativa é um novo tipo de análise alimentada pela IA que permite aos especialistas em suas áreas tomarem decisões mais inteligentes com mais rapidez e confiança, reconhecendo que nem todos os problemas exigem precisão exata às custas da velocidade e do contexto comercial. As soluções de Ciência corporativa também são rigorosas e precisas, mas permitem que os tomadores de decisão determinem o que é prioridade no seu caso de uso, proporcionando controle e flexibilidade. Alguns exemplos de como os usuários podem exercer controle são dados de entrada, seleção de variáveis e configuração de limite. Os especialistas corporativos agora têm autonomia que possibilita uma experiência totalmente automatizada ou podem optar por fazer alterações guiadas no processo de criação do modelo. Ao capacitar mais pessoas com uma IA governada, sem necessidade de programação, que inclui planejamento de cenários hipotéticos e criação de modelos guiada, as equipes comerciais podem fazer mais análises por conta própria.

A Ciência corporativa democratiza os recursos da ciência de dados e ajuda os especialistas de domínio a entender os principais motivadores de um modelo sem ter que aprender as ferramentas tradicionais de ciência de dados. Com experiências de IA guiadas nas mãos de especialistas de domínio, as equipes podem aplicar análises avançadas a mais problemas comerciais e tomar decisões importantes com mais rapidez e rigor, enquanto se apoiam em seu discernimento humano. Não se trata de fazer um ajuste fino de modelos superprecisos, mas sim de orientar as pessoas mais próximas do problema na direção certa. 

Afinal, os negócios são complexos e imprevisíveis e, portanto, a experiência de domínio e o conhecimento das pessoas que entendem a dinâmica de seu setor são essenciais. E, por esse motivo, a Ciência corporativa é muito valiosa para ajudar a resolver problemas comerciais nos quais uma equipe de ciência de dados tem dificuldades para alocar ou priorizar recursos.

Para quem é a Ciência corporativa do Tableau?

A Ciência corporativa foi desenvolvida para pessoas que têm o contexto para entender como é sua empresa, o que precisa ser impulsionado e quais dados podem ser úteis para encontrar soluções. A Ciência corporativa não precisa de alguém com profundo conhecimento técnico que programe, implante e monitore algoritmos. Ao permitir que profissionais corporativos e analistas de dados aproveitem as previsões e as informações que resultam dos modelos de ML, sem precisar aprender Python, estatística ou como ajustar parâmetros de um algoritmo, você está aumentando sua equipe de especialistas impulsionados por dados.

Observamos inúmeros cenários em que a Ciência corporativa é a abordagem certa que terá o melhor resultado para o negócio, desde a pontuação de clientes em potencial para marketing e a atribuição de cotas para equipes de vendas até a distribuição e a otimização da cadeia de fornecimento. O RH pode usar a Ciência corporativa para avaliar a probabilidade de um candidato aceitar uma oferta. Uma equipe imobiliária pode aplicar Ciência corporativa para planejar onde comprar salas de escritório e descobrir os custos de mover pessoas de um local para outro. Vários tipos de equipes e setores poderiam aplicar a Ciência corporativa para realizar orçamentos ou em situações de alocação de recursos.

Em que a Ciência corporativa do Tableau difere da ciência de dados?

Embora a Ciência corporativa use algumas das mesmas técnicas estatísticas e computacionais da ciência de dados, a experiência no domínio e o tempo até a valorização são mais importantes do que o rigor estatístico. A Ciência corporativa trabalha com uma proposta diferente, com objetivos diferentes e usuários que não estão familiarizados com a ciência de dados.

Na ciência de dados, a resposta é um algoritmo de aprendizado de máquina que pode ser colocado em produção para aprimorar um processo recorrente. Muitas vezes, a ciência de dados tenta responder a uma pergunta do tipo “sim ou não” ou determinar se um resultado previsto ultrapassa um certo limite. Por exemplo, a detecção de fraude é um ótimo caso de uso da ciência de dados. Os dados históricos treinam um algoritmo para reconhecer fraudes, analisando padrões em centenas de milhares e até milhões de ocorrências, aplicando uma previsão para determinar se uma transação é fraudulenta. E o ajuste fino de um modelo como esse é essencial porque a menor diferença na precisão, mesmo uma fração de uma porcentagem, pode custar milhões de dólares a uma empresa.

Com a Ciência corporativa, o objetivo é movimentar um indicador-chave de desempenho (KPI), não aperfeiçoar um modelo até que ele seja o mais preciso. Ao facilitar um processo mais iterativo de revisão e reimplantação do que os ciclos tradicionais de ciência de dados, a Ciência corporativa elimina barreiras para que pessoas com o contexto do negócio criem modelos e usem previsões com rapidez. Mais pessoas podem extrair valor mais rapidamente dessas técnicas de análise avançada e tomar decisões mais inteligentes quando e onde for necessário.

Por exemplo, um varejista quer saber qual produto adicionar às suas lojas para aumentar os lucros em uma determinada região. Um profissional de negócios entenderia como a tomada de decisão pode ser afetada por fatores como relações com fornecedores, tendências regionais e outras implicações qualitativas e impactantes, detalhes que uma máquina talvez nunca entenda. Juntos, a experiência humana, o discernimento e a consciência contextual combinados com o rigor, a automação e a escalabilidade de informações geradas por máquina impulsionam melhores resultados comerciais. 

A ciência de dados seria mais adequada para analisar a eficácia de uma vacina em um estudo clínico, ao passo que o problema de distribuição e alocação de uma vacina, um problema cujas nuances evoluem continuamente, dependendo fortemente do discernimento humano, seria mais adequado para a Ciência corporativa. Para usar uma metáfora, pense em Vincent van Gogh como um cientista de dados e na Ciência corporativa como alguém com um livro de colorir da obra “A Noite Estrelada”. Ciência de dados é “37.7914° N, 122.3951° O + 2,03 x10^5mm em 44,7° => 37.7932° N, 122.3947° O” e Ciência corporativa é “pegue a terceira rua à esquerda, cuidado com o trânsito e você chegará à One Market Street”.

Saiba mais sobre a Ciência corporativa do Tableau

Estamos muito animados para desenvolver este tipo de análise impulsionada pela IA com o mecanismo Einstein Discovery da Salesforce no Tableau. Criada com uma IA transparente e ética, essa é uma tecnologia comprovada que dá às equipes corporativas visibilidade dos principais fatores por trás dos resultados e do potencial de distorção, permitindo um entendimento mais profundo e uma maior confiança na tomada de decisões. Ela é integrada diretamente aos fluxos de trabalho comerciais, oferecendo mais valor aos usuários onde eles já estão trabalhando.

Quer se aprofundar na Ciência corporativa do Tableau? Confira nosso whitepaper.

Assine nosso blog