Com que frequência as pessoas pedem que você explique por que determinado número é menor ou maior do que elas esperavam? Se você é como a maioria dos usuários do Tableau, isso provavelmente acontece o tempo todo. Você já quis ter um assistente para ajudar a responder a essas perguntas? Talvez você já crie painéis e pastas de trabalho que permitem que seus colegas façam suas próprias análises. Mas não seria ainda melhor se você tivesse acesso fácil a orientações automáticas? É aí que entra o Explique os dados impulsionado pela IA, que foi lançado no Tableau 2019.3.

Gere explicações para pontos de dados automaticamente

Com o Explique os dados, você ou seus colegas simplesmente identificam os dados de interesse e solicitam uma explicação no menu contextual, no menu Análise ou no novo ícone na dica de ferramenta. O Explique os dados analisa sua seleção no contexto e apresenta possíveis explicações. Essas explicações mostram dados e visualizações adicionais que podem ajudar você a entender melhor os dados selecionados. Também é possível adicionar as visualizações a pastas de trabalho para edição ou compartilhamento.

Por exemplo, aqui estamos analisando o Texas, que não é uma região particularmente lucrativa de nosso clássico conjunto de dados de vendas Superloja. Se clicarmos no ponto de dados no exemplo abaixo e pedirmos uma explicação, a máquina mostrará com extrema rapidez que o lucro é menor do que normalmente é esperado nesse estado. Ela também mostra explicações relacionadas à categoria de vendas e fatores relacionados ao envio. Com um clique, podemos analisar essas explicações e adicionar algumas das visualizações resultantes à nossa pasta de trabalho para explorar mais a fundo.

Encontre valores extremos que estão desvirtuando seus resultados

Quando você clica em Explicar, o Tableau usa o aprendizado de máquina para analisar o ponto de dados selecionado no contexto dos dados visualizados na tela. Ele também compara o ponto de dados com o restante dos dados que não estão representados na visualização. O Explique os dados exibe uma lista de explicações para o ponto de dados, incluindo dimensões que podem estar influenciando os dados subjacentes.

Este é um exemplo de uma visualização que mostra dados sobre o compartilhamento de bicicletas em um mapa. Parece que a estação Prudential, no centro de Boston, é a mais usada de todas. Para entender o motivo, podemos clicar no ponto de dados e selecionar Explique os dados. Aqui, a explicação mostra que uma única exceção está distorcendo os resultados. A visualização gerada automaticamente mostra o que aconteceria se essa exceção fosse removida dos dados e também cria um conjunto e um seletor para selecionarmos os dados com e sem a exceção.

O Explique os dados emprega algoritmos patenteados exclusivos que permitem testar dezenas de modelos em tempo real. Neste exemplo, primeiro a máquina modela os dados visualizados na tela para decidir se o valor é improvável ou inesperado e oferece um intervalo sugerido. Em seguida, a máquina testa automaticamente os modelos para analisar o potencial explicativo de dezenas de explicações candidatas. Esses modelos são testados com o uso de técnicas bayesianas para quantificar o nível de incerteza da explicação. As explicações recebem uma pontuação dependendo do quão informativas são, e também do quão simples elas são em relação a seu potencial explicativo. Somente as explicações mais informativas são exibidas.

Amplie seus conhecimentos especializados

Usando o Explique os dados, os analistas podem trabalhar com mais rapidez, dedicando mais tempo para entender os dados e menos pesquisando explicações. Com a eliminação das barreiras técnicas, as pessoas podem encontrar explicações por conta própria com rapidez. Com o Explique os dados, você pode examinar em mais profundidade possíveis explicações nos dados. Além disso, ao combinar seus conhecimentos especializados com as explicações, você pode descobrir por que algo aconteceu e o que deve fazer a respeito. Experimente o recurso hoje mesmo com nossa demonstração interativa ou baixe a versão mais recente do Tableau.

Assine nosso blog