Pergunte aos dados: simplifique a análise com linguagem natural

Atualização: este recurso já está disponível! Confira a versão mais recente do Tableau.

Agora, mais do que nunca, precisamos dos dados para tomar decisões melhores. Com o Pergunte aos dados, o novo recurso de linguagem natural do Tableau, qualquer pessoa pode obter informações em uma simples conversa com os dados. Modalidades como a linguagem natural ajudarão a simplificar a análise e revelarão a próxima geração de análises de autoatendimento.

Com o Pergunte aos dados, você pode fazer perguntas sobre qualquer fonte de dados publicada e obter respostas em forma de visualização. Ele permite explorar os dados na velocidade do pensamento. Queremos que qualquer pessoa de qualquer função possa obter informações avançadas, de modo que todos na organização sejam capazes de obter respostas rápidas e tomar decisões melhores e impulsionadas por dados.

Temos o prazer de anunciar o Pergunte aos dados como parte da versão beta do Tableau 2019.1. Junte-se à nossa comunidade de pré-lançamento e experimente o recurso hoje mesmo!

Percorra todo o fluxo de trabalho de análise, uma pergunta de cada vez

Com o Pergunte aos dados, qualquer pessoa pode digitar uma pergunta e obter respostas instantaneamente. O Pergunte aos dados é totalmente incorporado à experiência do Tableau Server ou do Tableau Online. Basta selecionar uma fonte de dados e digitar uma pergunta. Nenhuma configuração é necessária.

Veja como o Pergunte aos dados facilita ainda mais a análise dos seus dados:

Recursos analíticos fáceis e avançados. Analise seus dados com uma simples pergunta ou enunciado. Interaja rapidamente com perguntas adicionais inserindo consultas ou declarações complementares. Nossos modelos semânticos aprimoram seus dados automaticamente para obter interações mais naturais. Você pode até incluir sinônimos nos seus dados. Por exemplo, se houver um atributo chamado “sales” (vendas), você pode adicionar diretamente outros sinônimos, como “revenue” (receita), “earnings” (ganhos) e muito mais. Sinônimos podem deixar seus dados ainda mais acessíveis e relevantes.

Não sabe por onde começar? O Pergunte aos dados recomendará perguntas com base na sua fonte de dados.

Análise inteligente. A linguagem natural pode ser difícil. Por exemplo, no enunciado “o homem chamou a amiga para jantar às 17h”, não fica claro se 17h é a hora em que eles se falaram ou se é o horário sugerido para o jantar. Seres humanos são especialistas em esclarecer ambiguidades e intenções com base no contexto das conversas, mas fazer isso pode ser desafiador para as máquinas. Com os avanços na área da linguagem natural, agora as máquinas conseguem lidar melhor com questões pragmáticas, decifrando o contexto para entender o significado implícito de um enunciado.

A tecnologia por trás do Pergunte aos dados entende enunciados ambíguos ou imprecisos e os esclarece sugerindo recomendações úteis. Vejamos o exemplo do “profit over time.” (lucro ao longo do tempo). O Pergunte aos dados entende esse enunciado sugerindo uma agregação para o campo “Profit” (Lucro) e usa os dados de popularidade para recomendar o campo de “Order Date” (Data do pedido) como definição de tempo.

Incorporar práticas recomendadas de visualização de dados. O Pergunte aos dados usa os recursos do Mostre-me do Tableau e o contexto do enunciado para escolher a visualização que melhor representa a resposta mais relevante de cada pergunta. Por padrão, o Tableau fornece o tipo de gráfico com base nas práticas recomendadas de análise visual. Se precisar de outra exibição, você pode alterar o tipo de visualização e a visualização fará a classificação automaticamente. Por exemplo, “highest average price by country” (média de preço mais alto por país) classificaria automaticamente o gráfico de barras em ordem descendente.

Dos dados à decisão. Depois de usar o Pergunte aos dados, você pode compartilhar suas descobertas com outras pessoas para incentivá-las a explorar mais. Por exemplo, digamos que um gerente de operações acabou de responder a uma pergunta importante sobre chamadas de clientes recebidas. Talvez ele queira avisar ao call center que houve um grande aumento no número de chamadas. Tudo o que ele terá que fazer é salvar a visualização como pasta de trabalho do Tableau e compartilhá-la no Tableau Server ou no Tableau Online. Em ambos, ele poderá inclusive criar assinaturas ou alertas acionados por dados na pasta de trabalho salva.

Experimente a versão beta!

Junte-se à comunidade de pré-lançamento e experimente a versão beta hoje mesmo. O Pergunte aos dados está disponível no Tableau Server e no Tableau Online para conexões e em tempo real e de extração. Temos opções para você começar agora a usar a versão beta, dependendo das suas demandas. Crie um ambiente de demonstração ou uma área restrita para o Tableau Server, ou use um site de teste do Tableau Online.

Queremos ouvir sua opinião! O feedback é um dos aspectos mais importantes para oferecermos sempre cada vez mais valor a você. Na nossa comunidade de pré-lançamento, você pode interagir com a equipe de desenvolvimento do Tableau por meio de pesquisas com usuários, debates de produtos e atividades de feedback.

O que vem por aí? A primeira versão do Pergunte aos dados traz vários recursos inteligentes, mas não vamos parar por aí. Junte-se a nós nessa jornada rumo a análises cada vez mais simples e dados acessíveis para todos.

Assine nosso blog