O Tableau Server oferece diversos recursos de governança de dados para promover a exploração, a colaboração e a segurança. Você pode aproveitá-los usando o Data Server, um conjunto de recursos poderoso, mas pouco utilizado no Tableau Server. O Data Server permite que você compartilhe fontes de dados, gerencie extrações, consolide acessos e controle a segurança.

Responda a essas perguntas para descobrir como o Data Server pode economizar seu tempo e aumentar sua produtividade:

  • Você está tendo muito trabalho para gerenciar e atualizar extrações enormes e, ao mesmo tempo, reduzir as duplicações?
  • Você tem muitas pastas de trabalho que utilizam a mesma fonte de dados e quer que elas sejam atualizadas automaticamente para acompanhar as mudanças nos dados?
  • Você quer fornecer um gerenciamento centralizado dos metadados com definições padronizadas para cada campo? Por exemplo, poder criar um cálculo uma vez e compartilhá-lo com todo mundo.
  • Você está cansado de ter que implantar e atualizar drivers de banco de dados em cada um dos computadores locais?
  • Você quer simplificar o acesso dos usuários aos dados armazenados nos bancos de dados e centralizar as credenciais?
  • Seus conjuntos de dados são grandes e complexos? Você pode aproveitar o hardware do servidor que executa as consultas?

Se você respondeu "sim" a alguma dessas perguntas, está na hora de conhecer o Data Server.

O Tableau Server permite que você publique fontes de dados para poder compartilhá-las com outros usuários e suas respectivas pastas de trabalho. Isso possibilita que você reutilize extrações de dados, consolide conexões com bancos de dados e compartilhe metadados de cálculos e campos. Todas as alterações feitas na fonte de dados compartilhada (em seus campos calculados, parâmetros, aliases ou definições) podem ser salvas e são disponibilizadas imediatamente para outras pessoas. Isso permite que usuários comuns tornem-se administradores do banco de dados (DBAs) e de dados, e ainda garante que essas fontes de dados certificadas sejam seguras, gerenciadas centralizadamente e padronizadas.

Publicar uma fonte de dados é muito simples. Você só precisa clicar nela, selecionar a opção "Publicar no servidor" no Tableau Desktop, fornecer suas credenciais e especificar as permissões do usuário. O procedimento para conectar uma fonte de dados compartilhada é o mesmo usado para conectar um banco de dados: Selecione "Tableau Server" na lista de conexões, autentique-se e selecione a fonte de dados publicada. Você pode administrar, modificar ou excluir conexões de dados usando a opção “Fontes de dados” do Tableau Server.

Crie uma única fonte confiável com um repositório de dados

O Tableau Server atua como um repositório centralizado de dados e conexões de dados, reduzindo a proliferação de fontes de dados duplicadas e ajudando a criar uma única fonte confiável. As pastas de trabalho novas e existentes que conectam-se ao Data Server automaticamente serão atualizadas quando os dados das fontes de dados originais forem atualizados.

Agendar atualizações automáticas de extrações permite que todos tenham acesso aos conjuntos de dados mais recentes e ainda economiza espaço, porque elimina a necessidade de ter extrações duplicadas. Ao permitir que os usuários conectem-se a uma única extração compartilhada, você reduz o número de consultas feitas no banco de dados original, o que resulta em menos chamadas da API e na redução das despesas com serviços; especialmente aqueles que cobram por acesso à API, como o Salesforce.

Faça consultas no hardware do servidor

Consultas em extrações de dados grandes são executadas diretamente pelo hardware do servidor, o que diminui o tempo de processamento e elimina a necessidade de transferir a extração para o computador de cada usuário. Imagine não precisar mais copiar extrações com milhões de linhas e vários gigabytes de tamanho para cada um dos computadores locais. Todo o processamento é executado pelo hardware dedicado com vários núcleos do servidor. Além disso, o cache compartilhado agiliza significativamente a execução das consultas, porque os resultados são armazenados em cache localmente e disponibilizados de imediato para futuros usuários.

As credenciais de acesso a bancos de dados em tempo real podem ser incorporada às fontes de dados publicadas, permitindo que o Data Server atue como um proxy e eliminando a necessidade de exigir a autenticação de cada usuário no banco de dados original.

Consolide os drivers de banco de dados

Instale um único conjunto de drivers de banco de dados no servidor para gerenciar todas as conexões de usuários com bancos de dados, para que os usuários não precisem instalar e atualizar os drivers em seus computadores. Isso economiza bastante tempo das organizações que têm muitos computadores locais.

Preserve metadados valiosos

As fontes de dados publicadas são mais do que conexões com bancos de dados. Elas contêm metadados e atuam como uma camada semântica selecionada para todos. Oculte campos desnecessários, organize campos em pastas, crie cálculos, agregações, parâmetros, conjuntos, grupos, uniões predefinidas entre tabelas e use tudo isso como uma única camada semântica compartilhada para todos os usuários e suas respectivas pastas de trabalho.

Isso incentiva a autonomia dos analistas, que podem reutilizar modelos confiáveis e ainda aprimorá-los com seus próprios cálculos e descrições. A fonte de dados publicada protege os usuários contra a perda de uma camada física: Se alguma alteração tiver de ser feita na estrutura subjacente dos dados, o DBA pode fazer essas modificações sem se preocupar, porque elas serão aplicadas em todas as pastas de trabalho que estiverem usando a fonte de dados alterada.

Garanta a integridade dos dados e defina permissões

Além de preservar os metadados de uma fonte de dados, os administradores podem usar permissões e filtros de usuário para criar restrições e ter um controle maior dos dados que cada usuário pode visualizar. Assim, você só precisa armazenar uma única conexão de dados ou extração em vez de ter que criar um conjunto de dados específico para cada usuário.

As permissões para editar os metadados de uma fonte de dados podem ser limitadas aos usuários responsáveis pela integridade e administração dos dados. Dessa forma, os usuários corporativos podem confiar nas informações que obtêm dos dados sem precisar entender a estrutura do banco de dados subjacente, as definições dos campos apropriados ou verificar a integridade dos dados.

Saiba mais

Assista ao nosso vídeo de treinamento sobre o Data Server e descubra como o Data Server pode atuar como um proxy rápido e seguro e um repositório de extrações e ajudar sua organização a automatizar e padronizar suas fontes de dados.

Para saber mais, consulte estes tópicos da Ajuda do Tableau:

Você também pode gostar de...

Comentar

Assine nosso blog