Fazemos muitas perguntas usando “onde?”.

Onde estão os estudantes com as notas mais altas? Onde é o hospital mais próximo com o menor tempo de espera? Como estão as minhas vendas em uma cidade em comparação com esta outra?

Geralmente, os mapas são uma boa opção de resposta. Eles são especiais porque se beneficiam do fato de pré-associarmos lugares com determinados pontos e formas em um mapa. É uma maneira fácil e eficaz de plotar e encontrar dados geográficos.

Por isso, nos dedicamos ainda mais aos mapas nessa versão. Queremos melhorá-los. Isso inclui as seguintes mudanças:

  1. A panorâmica é o novo padrão
  2. Novos controles de seleção
  3. Pesquisa geográfica
  4. Novos dados de codificação geográfica

Vamos dar uma olhada.

1. A panorâmica é o novo padrão

É isso mesmo que você está pensando. A nova ação padrão quando o mouse é usado para arrastar é aplicar a panorâmica ao mapa. Aposto que você não sabia que era possível aplicar uma panorâmica antes. Nem eu! Essa é uma mudança que torna o mapa mais responsivo, como os que estamos acostumados a visualizar na Web. Experimente!

Ao aplicar a panorâmica, você perceberá que o mapa começa a ser desenhado antes mesmo de você soltar o botão do mouse. Já havíamos feito essa alteração no Tableau 8.2 para as exibições na Web, e agora também a incluímos no Tableau Desktop.

2. Novos controles de seleção

Isso não significa que você não pode usar a boa e velha seleção retangular. Ela agora pode ser encontrada no menu flutuante localizado no canto superior esquerdo. Você também encontrará duas novas ferramentas de seleção: radial e por laço. Elas são ótimas para selecionar marcas em torno de um elemento central ou para selecionar pontos difíceis.

Você também pode usar os atalhos do teclado. Pressione Alt (ou Option no Mac) + A (retângulo), S (radial), ou D (laço). Outra opção é manter pressionada a tecla Shift para bloquear as ferramentas de seleção.

Você também notará uma nova experiência de seleção em dispositivos móveis. No canto superior esquerdo, agora é possível alternar entre a panorâmica e as três opções de seleção.

3. Pesquisa geográfica

Eu cresci assistindo a um desenho animado chamado “Em que lugar da Terra está Carmen Sandiego”. Aprendi muito sobre geografia com ele. Se você me pedisse para dizer o nome de qualquer cidade ou país do mundo, eu sabia.

O único problema é que não tenho mais 12 anos. E é por isso que a nova Pesquisa geográfica é tão útil. Ela pode ser encontrada no canto superior esquerdo de todos os mapas e funciona como era de se esperar. Digite o local que deseja encontrar para que o Tableau forneça uma lista das opções mais prováveis e direcione você para o local indicado.

A pesquisa também é “sensível ao contexto”. Se você estiver analisando dados dos Estados Unidos e pesquisar por “Paris”, o primeiro resultado será “Paris, Texas”, e não “Paris, França”. Se estiver pesquisando por “Paris” em todo o mundo, o resultado será o oposto.

Aliás, você percebeu o sombreamento no mapa? As camadas de dados estão de volta!

4. Novos dados de codificação geográfica

E, como não poderia deixar de ser, esta nova versão trará novos recursos de codificação geográfica integrados. No Tableau 9.0, você pode usar a codificação geográfica automaticamente para:

  • Argentina: departamentos
  • Austrália: códigos postais e áreas de governo local (LGAs)
  • Bélgica: arrondissements (divisões administrativas)
  • Brasil: municípios
  • Canadá: FSAs
  • Chile: províncias
  • China: prefeituras, condados e distritos
  • Alemanha: Kriese (distritos)
  • Itália: províncias e cidades metropolitanas
  • Japão: as cidades irão coincidir quer você use o nome delas com ou sem o afixo.
  • África do Sul: municípios distritais
  • EUA: atualizações de condados e códigos postais, valores de código FIPS para a codificação geográfica por condado
  • Taiwan: municípios especiais, cidades e condados

Veja estas LGAs para o estado de Nova Gales do Sul, na Austrália.

No Tableau 8.2, estabelecemos os fundamentos para uma série de mudanças significativas nos mapas. O Tableau 9.0 foi desenvolvido com base nesses fundamentos, oferecendo um vislumbre de nossa ambição para os mapas no futuro.

Quer saber mais?
Confira o restante de nossa série de postagens no blog do Tableau 9.0

Você também pode gostar de...

Comentar

Assine nosso blog