Assumindo uma perspectiva mais abrangente para tomar decisões melhores



A Hassett Willis é uma empresa de consultoria em gestão especializada em ajudar órgãos governamentais. Entre as ofertas da empresa, estão análise e consultoria de TI. A Hassett Willis escolheu o Tableau pois precisava de ajuda para extrair informações dos dados com mais rapidez, melhorar a governança de dados e assumir uma perspectiva mais abrangente para tomar decisões melhores.

Você pode incorporar uma ferramenta com um excelente custo/benefício e acelerar a distribuição de produtos em 500%.

A Hassett Willis, uma empresa de consultoria comandada por mulheres, é especializada em ajudar órgãos governamentais com serviços que incluem estratégia organizacional, análise e gestão de programas. No vídeo 1, a associada sênior Teri Caswell e o associado Kyle Pipkins contam como estão aumentando a agilidade do governo com a ajuda do Tableau. No vídeo 2, eles comentam como agora podem ver a “história real” por trás dos dados. No vídeo 3, explicam por que a governança de dados é um tópico relevante para os órgãos governamentais.

Com o Tableau, a Hassett Willis pôde:

  • Reduzir o tempo de obtenção de informações em dias, semanas e até meses
  • Ajudar os tomadores de decisões a justificar suas escolhas por meio de uma clara compreensão dos dados
  • Esclarecer o que os dados dizem e o que eles não dizem.

Vídeo 1: Aumentando a agilidade do governo

Tableau: Como o Tableau beneficia os órgãos governamentais?
Kyle: Em minha opinião, o Tableau pode beneficiar o setor público em processos como a análise de exploração de dados, pois acelera o processo de obtenção de informações.

Assim, quando é possível transformar um processo que normalmente levaria cinco dias em um processo que dura uma hora, existe um retorno enorme. Além disso, o investimento é mínimo quando se leva em conta mudanças e reduções de tempo dessa ordem.

Tableau: Como você usa o Tableau para aumentar a compreensão da governança de dados?
Teri: A governança de dados é um tópico relevante no setor governamental. Muitas políticas foram modificadas nos últimos anos e algumas dessas modificações ainda estão em andamento. O problema disso é que as pessoas que tomam as decisões no governo, isto é, os governantes eleitos, geralmente não estão presentes para ver o resultado final das mudanças políticas que iniciaram. Além disso, as pessoas que realizam a análise para viabilizar as mudanças geralmente trabalham com sistemas bastante antiquados. Assim, o que podemos fazer com o Tableau (e que eu, pessoalmente, adoro fazer) é mostrar para elas de forma sutil o que seus dados não dizem. E essas áreas também são passíveis de análise.

O número final ou os resultados consolidados não são as únicas coisas que importam: as lacunas dos dados também são relevantes. Digamos que esses dados precisem ser extraídos de um órgão específico ou em um momento de captura específico. Se eles forem vazios ou inadequados, podemos identificá-los com bastante rapidez, fazer alterações relevantes, às vezes, até uma modificação de política, e melhorar essa captura para que a análise esteja disponível para ajudar no progresso e na tomada de decisões.

Kyle: Uma ótima vantagem do Tableau é que ele também nos ajuda no back-end. Muitas pessoas não se concentram no back-end da coleta de dados, na criação de consultas, no estabelecimento de conexões com os bancos de dados e coisas do tipo. Porém, há muitos aspectos do back-end nos quais o Tableau ajuda que eles não veem. É por tudo isso que adoramos o Tableau na Hassett Willis. Além disso, nossos clientes ficam encantados com a rapidez com que fornecemos soluções e como elas são excelentes e prontas para serem usadas quando as entregamos.



Você também pode gostar de...